terça-feira, 13 de junho de 2017

93FM comemora 29 anos com investimentos, novos projetos, e cobertura especial do Mossoró Cidade Junina


Sua inauguração coincide com um dos momentos mais importantes da história de Mossoró. E foi em homenagem ao combate da sociedade local contra o bando do cangaceiro Lampião que a FM Resistência iniciou seu funcionamento há exatos 29 anos.
No decorrer deste período a emissora conseguiu se adaptar as mudanças sociais e tecnológicas ampliando seu raio de ação, e abrangência da programação, que chega aos rádios de cerca de 200 municípios do Rio Grande do Norte, Ceará e Paraíba.
Além de reforçar a potência do seu transmissor, aprimorar seu sistema de acesso via internet, e garantir investimentos na estrutura física, a emissora encaminhou no último ano uma série de ajustes que tem ampliado sua importância regional num mercado que lidera por quase três décadas.
A emissora passou a utilizar uma unidade móvel mais completa para os flashes comerciais e trabalho de jornalismo, encaminhou reforma no estúdio, e tem trabalhado a busca por novas parcerias que atuam no trabalho de fortalecimento da emissora.
“É uma satisfação compartilhar meu dia com uma equipe de profissionais tão competentes em busca de melhorias. Estamos dando continuidade a uma história que se aproxima de três décadas buscando novos parceiros e encaminhando nossos projetos, sempre tendo como objetivo final a satisfação dos nossos clientes e ouvintes”, destaca a diretora administrativa Maricélia Carlos.
Em 2016/2017 a emissora tem trabalhado uma renovação no quadro de comunicadores que contou nos últimos meses com a integração de nomes como Wando Sousa, que reforça a programação da madrugada e fins de semana, Fábio Oliveira, que passou a comandar o segmento jornalístico, e Wilson Mancini, que assumiu o comando do programa de maior audiência da emissora, o Show 93.
“Contamos com um corpo de comunicadores que tem como principal marca o carisma e a proximidade com nossos ouvintes. Todos tem o mesmo perfil, realizam o trabalho com muito carinho e a resposta é nossa liderança por tanto tempo mesmo diante de tantas mudanças”, destaca o diretor de programação da emissora Oberdan Silva.
A programação conta ainda com nomes já consagrados no segmento como Railson Carlos (Forrozão de Mossoró), Adriana Ísis (A Noite É Nossa) e Giliardo Batista (Madrugada 93). Nomes como Alan Jordan com as externas, Nilton Giacomelli e Alison Pereira, se integram a outros importantes projetos da emissora.
Segundo Oberdan Silva a importância da emissora leva a busca por novos projetos que contemplem tanto o ouvinte, quanto os anunciantes, estratégia que tem dado certo desde a fundação da emissora.
“Temos uma central de sorteios que a cada mês distribui cerca de 500 prêmios dos mais variados estilos. Voltamos com força total na cobertura dos grandes eventos, temos uma programação jornalística que envolve noticiários de hora em hora, cobertura do esporte, plantão policial além da nossa programação com apelo popular, principal marca da emissora ao longo de todos estes anos”, destaca Oberdan.
A para coroar o atual momento da emissora a FM Resistência deflagrou no último sábado a estrutura de cobertura do Mossoró Cidade Junina com a transmissão Ao Vivo do Pingo da Mêi dia com um moderno estúdio instalado no Corredor Cultural com uma programação que durou cerca de 10h ininterruptas.
Nesta quinta-feira a emissora estreará seu estúdio na estrutura do Mossoró Cidade Junina com mais uma super-cobertura que coroará as comemorações de mais um ano de existência da maior emissora de rádio do interior do Rio Grande do Norte.
PIONEIROS – Pelo menos três nomes estão na emissora desde a fundação. Além do diretor executivo Laíre Rosado Filho, e do vigilante José de Abreu, encontra-se na emissora desde o primeiro dia de funcionamento o radialista Edmundo Torres, que comanda o Domingo Total, e é um dos âncoras do programa Observador Político, realizado em parceria com a TV Mossoró juntamente com Laíre Rosado, Thadeu Brandão e Fábio Oliveira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário