Páginas

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Presos dizem que existem mais corpos em valas e fossas dentro do presídio de Alcaçuz

Após retomarem o controle da Penitenciária Estadual de Alcaçuz na manhã desta segunda-feira (16), os detentos do pavilhão 1 estão trocando ameças com rivais de outros pavilhões e exibindo faixas de facções criminosas presentes no Estado.
A Penitenciária foi palco da maior rebelião já registrada na história do Rio Grande do Norte neste final de semana, quando 26 detentos foram brutalmente assassinados através de decapitações e carbonizações.
Durante a retomada da posse do presídio, os presos alegaram que o número de vítimas é maior do que o que foi anunciado pelo Governo em entrevista coletiva na noite do último domingo (15). As informações são da Tribuna do Norte.
De acordo com os presos, ainda existem corpos dentro da Penitenciária que não foram recolhidos pelos órgãos de segurança. Estes corpos estariam, ainda segundo os detentos, dentro de valas e fossas nas instalações do maior presídio do Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário