Páginas

domingo, 29 de janeiro de 2017

Em casa, Baraúnas busca se manter na liderança do Campeonato Estadual

O Baraúnas enfrenta o Assu neste domingo, 29, às 17h, no Estádio Nogueirão, na tentativa de se manter na liderança do primeiro turno do Campeonato Estadual. O Leão soma sete pontos, a mesma pontuação do ABC, e precisa da vitória para se sustentar na primeira posição, até mesmo porque o ABC joga em casa e teoricamente com favoritismo a seu favor diante do Santa Cruz.

“Não podemos vacilar. Jogando em casa a obrigação é nossa, ainda mais com essa possibilidade de se manter na liderança”, comentou o zagueiro e capitão, Nildo.
Vencendo o jogo, o Baraúnas chegará aos 10 pontos e se aproximaria da classificação à final do turno, faltando apenas mais três rodadas. Pela previsão, considerando o equilíbrio entre os clubes, é possível ultrapassar de fase com 14 pontos.
Autor do gol da vitória no clássico com o Potiguar, o atacante Caio Dittmar poderá ter a sua primeira chance entre os titulares. Mesmo entrando no decorrer dos jogos, o atleta já marcou dois gols em três jogos. Se isso acontecer, Capacete deverá ser o sacado. Contratado como reforço, o atacante Roni será alternativa de jogo.
O Assu, que soma 4 pontos na tabela, também encara o jogo como essencial para as suas pretensões. Uma possível vitória significa a luta definitiva por vaga na decisão.
Regularizados, o volante Rodrigo Cesário e o meia Victor Leão estão à disposição da comissão técnica. No entanto, o time não deverá sofrer mudanças, isso porque o técnico José Cortina gostou da postura da equipe no empate com o Alecrim, dando a entender pela manutenção da equipe.
FICHA TÉCNICA
Local – Nogueirão
Hora – 17h
Arbitro – Alciney Santos de Araújo
Assistentes – Jaílson Fernandes e João Henrique
Baraúnas – Érico, Balinha, Ferreira, Nildo e Alexsandro; Yago, Italo e Beleu; Gabriel Maia, Capacete (Caio Dittmar) e Felipinho. Téc. João Menezes.
Assu – Bruno Dias, Gilberto Matuto, Paulo Junior, Yago e Lucas Straub; Romeu, Silas, Diego Lomba e Nininho; Paulinho e Dedé Macaiba. Téc. José Cortina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário